Temas a serem abordados:
  1. Juventude e políticas públicas;
  2. Teorias e técnicas de intervenção com grupo de jovens; 
  3. Juventude e as especificidades da realidade rural e urbana: contribuições da psicologia comunitária;
  4. Círculo de cultura, educação popular e juventude; 
  5. Juventude, gênero e relações étnicos-raciais;
  6. A escola como espaço de desenvolvimento dos potenciais dos jovens;
  7. Teorias e Métodos de pesquisa com juventude;
  8. Construção de projetos de pesquisa-intervenção.
 

Cronograma

  • Apresentação da proposta e confirmação das inscrições (4 horas) - 10/05/2017 - 14 às 18 horas;
  • Juventude e políticas públicas. Teorias e técnicas de intervenção com grupos de jovens (teórico vivencial 8 horas) - 13/05/17 - 08 às 12 horas e 13 às 17 horas;
  • Juventude e as especificidades da realidade urbana e rural: contribuições da psicologia comunitária (4 horas) - 17/05/17 - 14 às 18 horas;
  • Círculo de cultura, educação popular e juventude (teórico vivencial 8 horas) - 20/05/17 - 08 às 12 horas e 13 ás 17 horas;
  • Juventude, gênero e relações étnicos-racionais (4 horas) - 24/05/17 - 14 às 18 horas;
  • A escola como espaço de desenvolvimento dos potenciais dos jovens (4 horas) - 27/04/2017 - 08 às 12 horas;
  • Teorias e métodos de pesquisas com a juventude (4 horas) - 31/05/17 - 14 às 18 horas;
  • Construção de projetos pesquisa-intervenção (aula prática 6 horas) - 03/05/17 - 08 às 12 horas e 13 ás 15 horas
  • Resultados e discussões sobre projetos de intervenção (6 horas) - 10/06/17 - 08 às 12 horas e 13 às 15 horas.

 

Quantidade de vagas: 40

Inscrições: Até dia 09.05.17, Através do preenchimento do formulário disponível em:  https://goo.gl/forms/x1GD71Vv0IV0JoIw1  - Com confirmação presencial dia no encontro realizado dia 10.05.17 - Horário: 14h.

O curso será realizado às quartas e sábados, nas datas e horários que costam a acima.

Local: Departamento de Psicologia – UFC, Benfica. Na sala de Estudos 

Curso Gratuito

Maiores informações: alexsandramss88@gmail.com e 85-33667729

 

 

 

 

I Seminário Implicações Psicossociais da Pobreza

 
No dia 15 de junho, ocorreu o I Seminário Implicações Psicossociais da Pobreza que ocorreu no Centro de Humanidade II, bloco da Psicologia da Universidade Federal do Ceará. O evento contou com a participação de estudantes de graduação e pós-graduação, professores, profissionais de diversas áreas e interessados no tema. Houve a mesa de abertura com a apresentação do tema e a sua relevância para a sociedade no geral e na conjuntura atual do país, além dos grupos de trabalho, onde os debates foram aprofundados em eixos temáticos e por fim o lançamento do livro "Implicações Psicossociais da Pobreza: diversidades e resistências", que já está a venda no site.
Pesquisa: Implicações Psicossociais da Pobreza (Humaitá)
 
    Nos dias 18 a 26 de novembro, foi realizada a coleta de dados da pesquisa sobre implicações psicossociais da pobreza na cidade de Humaitá/AM. Contamos com a parceria da Universidade Federal do Amazonas - UFAM  que disponibilizou um grupo de 30 participantes/pesquisadores que adentraram nas comunidades rurais locais. A parceria do NUCOM com a UFAM possibilitou o contato com a realidade de pobreza nessa região, ampliando a compreensão
sobre esse fenômeno psicossocial.
Pesquisa: Implicações Psicossociais da Pobreza (Cascavel)
    O NUCOM esteve presente nos dias 26 de setembro a 03 de outubro no município de Cascavel/PR para dar continuidade à coleta de dados da pesquisa sobre implicações psicossociais da pobreza, em parceria com a Universidade Paranaense - UNIPAR.O NUCOM teve o apoio de estudantes e profissionais da referida universidade, além de profissionais de políticas públicas locais para a realização do trabalho em distritos rurais. A experiência neste contexto social trouxe novas perspectivas para compreender as implicações da pobreza na vida dos moradores da região.
Pesquisa: Implicações Psicossociais da Pobreza

    Nos dias 27 a 30 de agosto, foi realizada a coleta de dados da pesquisa. A coleta contou com uma média de 20 participantes/pesquisadores que conviveram com o contexto rural das comunidades do Vale do Rio Canindé, no município de Pentecoste. Esse processo propiciou o contato com as demandas dos moradores, como também com a realidade de cada comunidade.

Folder do NUCOM

(clique na figura)